terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Flor do Lodo



















Flor do lodo

Amor
teu perfume incendeia,
faz suar a alma,
faz dormir o medo;
deixa na boca um gosto bom.

Oh! Flor
banhar-me em tua saliva,
agasalhar-me em tua pele clara,
arder em desejo
sob a luz verde do teu olhar.

Te cheirar na manhã.
Te beber ao entardecer
pra quando a noite chegar
te devorar; te devorar.

Eu vou
despir tua camisa,
rasgar tua indumentária;
lamber sem receio
a carne macia dos teus pés.

Pavor
é não ter tua alegria,
não ouvir tua risada.
Eterno desespero
é te gostar.


19 comentários:

  1. Olá Arnoldo,sou professora,conheci seu blog através de uma amiga, gostaria de fazer um pedido para que me ajude indo no link abaixo e deixando um recadinho.Estou concorrendo com o meu texto:"Transformando um Sonho em Realidade" no concurso Educação Nota 10 do Globo.
    A seleção acontecerá agora no dia 30/01/2012.
    Por favor, visite o link e deixe um comentário por lá.
    Será que vc pode me dar uma força?
    Conto com a sua ajuda!
    Qualquer problema, postei também o link no post do meu blog, é só ir lá e clicar (http://ler-com-prazer.blogspot.com).
    Obrigada!Paz e Luz!
    Esse é o link:
    http://www.educacao10.syncmobile.com.br/?p=576

    ResponderExcluir
  2. linda poesia, o amor sobrepõe até a nós...beijos

    ResponderExcluir
  3. Muito bonito, gostei. O amor, às vezes, faz doer...Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo,profundo!
    "Que desespero é gostar"
    Beijos amigo

    ResponderExcluir
  5. Oi Arnoldo.
    Poesia linda do Sérgio.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  6. Boa Noite, Arnoldo, esta poesia é especialmente sensível e muito bela,parabéns ao Sérgio e a você pela postagem, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  7. Terror
    no es la alegría,
    no escuchar tu risa.
    La desesperación eterna
    es que te gusta.

    El final de poema es una maravilla donde demuestra el amor hasta el final.

    Acabo de conocer tu blog y me gusta mucho, me quedarè cerca para seguir leyèndote.

    un fuerte saludo

    fus


    pd.Te invito a que pases por mi blog

    ResponderExcluir
  8. Oi Arnaldo tudo bem? Parabéns ao Sérgio
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  9. Passando para desejar uma 4ªF iluminada e repleta de bênçãos! Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Dá-lhe Serjão. Grande poema. Abrçs!!!

    ResponderExcluir
  11. uau, sensacional esse poema! Amor com pergume... Lembra-me rosas. rs Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Lindo. Eterno desespero mesmo. Que cheiro gostoso de amor tem seu poema. Um lindo final de semana para ti e beijinhos carinhosos com certeza.

    ResponderExcluir